A mina é foda…

Ontem eu fui no Sesc Consolação ver o show da minha irmã, Fernanda D’Umbra. Da super banda Fábrica de Animais. Eu acho um saco isso: toda vez que vou escrever algo sobre ela, só consigo encher a senhorita D’Umbra de elogios. É foda. Por outro lado, já ouvi falar que se você deseja escrever algo que mereça ser lido, o primeiro passo é tentar sair de mãos dadas com a verdade, com as coisas verdadeiras que você vê, ouve e vive. Então, meu cumpadre, sinuca de bico! Eu não consigo falar da mina e não babar ovos, não rasgar elogios. Sentei-me naquela platéia como se senta pra assistir alguém da família. Uma puta de uma torcida pra que ela exploda com tudo. E os meus olhos nunca se decepcionam com a senhorasenhorita D’Umbra. Ela sempre explode com tudo. Fila da puta de boa essa mulher. E eu fico muito envaidecido de ser amigo dela: – Olha gente, essa mina aí… é minha amiga, e vira e mexe, a gente mata uma pá de salinas juntos. E a gente conversa pra caralho sobre assuntos deliciosos de se conversar. Mó bróde minha. Mó sister minha. E ainda por cima, ela é humana (juro pra vocês!). Eu garanto, é mesmo um ser humano que fica andando pra lá e pra cá em cima do palco. Daí, fico olhando pra ela lá da platéia, e se torna impossível não se lembrar dos olhos das personagens que ela interpreta. Da felicidade e honra de já ter estado em cena com esse monstro. Foda. Muito foda. Puta orgulho de sair do show carregando a sua mochila até a Praça Roosevelt. Daí você pode dizer, e eu lhe dou esse direito e toda razão do mundo: – “Ah, Nérsu, você só torce por coisas que não te decepcionam”. Tem razão, algo como torcer pelo São Paulo Futebol Clube. Nunca decepciona.

Mas a grande verdade, é que essa mina nunca vai precisar da torcida de ninguém, muito menos da minha. Ela pode jogar contra o Boca Juniors, lá na La Bombonera, com a casa cheia, que vai explodir com tudo. A mina é foda, eu lhe asseguro.

Anúncios

4 pensamentos sobre “A mina é foda…

  1. seu puto > me fez chorar > me deve uma salinas > amo-te, meu irmão > e a admiração é recíproca > um beijo enorme, Fê.

    • Minha querida, isso é ainda é pouco. Juro que um dia eu vou conseguir descrever melhor o que você significa quando está em cena e quando não está também. Minha irmã, querida. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s